Benefícios da corrida — na Rua ou na Esteira

 

Os benefícios da corrida vão muito além do corpo bonito e definido; melhora o humor; melhora a qualidade do sono; proporciona sensação de relaxamento; tonifica os músculos; fortalece o coração; amplia a capacidade de funcionamento dos pulmões; estimula o raciocínio e a memória;  traz equilíbrio para o corpo e ainda aumenta a autoestima.

A melhora da autoestima foi comprovada por um estudo desenvolvido na Alemanha. Neurologistas da Universidade de Bonn,  identificaram que há mais receptores de endorfina em quem corre do que em praticantes de outras modalidades. Sem contar que a sensação de evoluir um pouco a cada dia faz muito bem para a autoconfiança. Por outro lado, pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, que sugeriram a pessoas sedentárias e com dificuldades para dormir que incluíssem na rotina trotes de 20 a 30 minutos dia sim, dia não. O resultado foi que o grupo reduziu pela metade o tempo para pegar no sono e ainda aumentou em quase 60 minutos a quantidade de horas dormidas.

Vale dizer que no início é comum  ficar desanimado e não encontrar prazer com a corrida, mas com a prática regular a sensação de bem-estar aparece, no entanto cabe lembrar que por mais motivada que a pessoa esteja com a nova atividade física, é fundamental respeitar os limites do corpo. Isso vai ajudar a evitar lesões, como inflamações em ligamentos e desgastes em cartilagens.

É aconselhável ainda, segundo especialistas no assunto, antes de começar a correr, fazer, pelo menos, 5 minutos de alongamento dinâmico, tais como: saltos, polichinelos, agachamentos e rotações de quadris, tornozelos e braços, para acordar os músculos —  principalmente se vai andar logo cedo — ou caminhe 5 minutos em intensidade leve antes de imprimir o ritmo do treino do dia.

Para deixar a corrida mais estimulante, varie o ambiente, ou seja se usa esteira vá  correr na rua e se corre na rua, evite repetir o mesmo trajeto  e tente intercalar ritmo forte e fraco.

Para desviar o foco do esforço e do relógio, uma boa opção para quem corre ao ar livre é ouvir música e para os que usam a esteira em casa,  uma boa pedida para acabar com a monotonia é só ligar a TV no seu programa favorito e deixar acontecer … só não esqueça de respeitar os limites de seu corpo!

Mas, qual é o melhor: Correr na rua ou na esteira?


Como vimos, adotar a corrida como prática esportiva é um grande passo para ter uma vida saudável e um corpo bonito, somada a vantagem de que pode ser praticada na esteira, que hoje em dia é um dos equipamentos mais concorridos nas academias ou, para os mais privilegiados, pode ser praticada no conforto do seu lar e no horário que melhor lhe convém e, também, tem para os que adoram a suadeira nas ruas, praças e parques— o que vale dizer que muitos não a trocam por nada — pois além de desfrutarem da natureza, podem explorar novos lugares com diferentes paisagens e formarem grupos, aumentando assim a motivação para se manterem ativos.

Para o educador físico Bruno Modesto —  pesquisador da Escola de Educação Física e Esportes da USP e instrutor de primeiros socorros do Instituto do Coração de São Paulo, o Incor —  “A escolha do piso em que se vai correr deve se basear nos objetivos do indivíduo. Iniciantes ou sedentários podem começar no aparelho e evoluir posteriormente para a corrida de rua, que apresenta mais dificuldades de percurso sem contar a influência de fatores ambientais.”
Afirma ainda que “Uma das principais vantagens da esteira é a possibilidade de controlar o ritmo da corrida. Além disso, nela é mais fácil aprender a mecânica correta do movimento, o que deixa o atleta mais eficiente.

Acrescenta ainda que “O sistema de absorção de impacto do equipamento ajuda principalmente os que estão acima do peso”.

Já o ortopedista André Pedrinelli, da Faculdade de Medicina da USP, recomenda treinar nos dois pisos, já que ambos apresentam prós e contras. “A esteira oferece mais amortecimento para as articulações que o asfalto, além de garantir um melhor controle do esforço e, portanto, dos resultados. ” Segundo ele, correr na engenhoca gera menos impacto e, consequentemente, diminui-se o risco de lesões.”

Confira  as vantagens de cada piso

►Esteira
• Gera menos impacto nas articulações;
• Menor risco de lesões;
• Melhor controle do esforço e dos resultados;
• Mais indicada para iniciantes e para quem está acima do peso;
• Ideal para dias chuvosos, muito quentes ou frios demais.

►Rua
• Diferentes paisagens e contato com a natureza;
• Maior socialização;
• Maior gasto energético devido às irregularidades do terreno;
• Envolve mais grupos musculares;
• Desenvolve o sistema de equilíbrio.

É sabido que o gasto energético na rua é maior, devido à mecânica dos movimentos e, no chão, o corredor fica sujeito a diversas variações de rota, como subidas, descidas, curvas e inúmeras irregularidades no terreno que aumentam a demanda do organismo, envolvendo mais grupos musculares, contribuindo assim  para um maior consumo calórico e ainda desenvolvem o sistema de equilíbrio.

Por outro lado, não podemos esquecer que a esteira é ótima para dias chuvosos ou para fugir do frio e do calor extremos, sem contar que é uma ótima pedida para aqueles que, no dia a dia, lutam contra o relógio.
Como vimos, na esteira ou na rua,  há os pontos positivos e negativos, portanto, cabe a você, tão somente você, descobrir qual a alternativa que mais se adapta às suas necessidades.

Entretanto, tenha em mente  que muito embora  a corrida seja uma atividade física fácil —  segundo esporte mais popular nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro e perde apenas para o futebol —, antes de colocar um  tênis confortável e sair correndo em busca de boa forma e saúde, seja numa esteira ou nas ruas ou nos parques,  é aconselhável  fazer uma avaliação com um médico  e procurar a orientação de um profissional para que planeje um treinamento seguro e saudável de acordo com seus objetivos.

Fontes:

Acrescenta ainda que “O sistema de absorção de impacto do equipamento ajuda principalmente os que estão acima do peso”.
Já o ortopedista André Pedrinelli, da Faculdade de Medicina da USP, recomenda treinar nos dois pisos, já que ambos apresentam prós e contras. “A esteira oferece mais amortecimento para as articulações que o asfalto, além de garantir um melhor controle do esforço e, portanto, dos resultados. ” Segundo ele, correr na engenhoca gera menos impacto e, consequentemente, diminui-se o risco de lesões.”
Confira  as vantagens de cada piso
Esteira
• Gera menos impacto nas articulações;
• Menor risco de lesões;
• Melhor controle do esforço e dos resultados;
• Mais indicada para iniciantes e para quem está acima do peso;
• Ideal para dias chuvosos, muito quentes ou frios demais.
►Rua
• Diferentes paisagens e contato com a natureza;
• Maior socialização;
• Maior gasto energético devido às irregularidades do terreno;
• Envolve mais grupos musculares;
• Desenvolve o sistema de equilíbrio.
É sabido que o gasto energético na rua é maior, devido à mecânica dos movimentos e, no chão, o corredor fica sujeito a diversas variações de rota, como subidas, descidas, curvas e inúmeras irregularidades no terreno que aumentam a demanda do organismo, envolvendo mais grupos musculares, contribuindo assim  para um maior consumo calórico e ainda desenvolvem o sistema de equilíbrio.
Por outro lado, não podemos esquecer que a esteira é ótima para dias chuvosos ou para fugir do frio e do calor extremos, sem contar que é uma ótima pedida para aqueles que, no dia a dia, lutam contra o relógio.
Como vimos, na esteira ou na rua,  há os pontos positivos e negativos, portanto, cabe a você, tão somente você, descobrir qual a alternativa que mais se adapta às suas necessidades.
Entretanto, tenha em mente  que muito embora  a corrida seja uma atividade física fácil —  segundo esporte mais popular nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro e perde apenas para o futebol —, antes de colocar um  tênis confortável e sair correndo em busca de boa forma e saúde, seja numa esteira ou nas ruas ou nos parques,  é aconselhável  fazer uma avaliação com um médico  e procurar a orientação de um profissional para que planeje um treinamento seguro e saudável de acordo com seus objetivos.
Fontes: BlogSaltitando com as Palavras

 

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.